terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Um ótimo filme, um grande aprendizado


Nesse final de semana assisti um filme que minha irmã tinha de ver para desenvolver um trabalho da faculdade. Como estava de bobeira sem nenhum programa para o sábado a noite, topei assistir com ela. Não esperava grande coisa pois (desculpem minha ignorância) nunca tinha ouvido falar nesse filme. Logo não tinha grandes expectativas. O início do filme foi como tantos outros filmes americanos. Violência, gangues de jovens numa escola, professora novata tentando fazer um trabalho novo...Já estava achando que seria igual a tantos filmes que já assisti. Sociedade dos poetas mortos, Ao mestre com carinho, Meu mestre, minha vida e tantos outro do gênero. A postura da personagem central que é a da professora, me chamou a atenção. A situação da escola e sua política educacional aliada aos preconceitos dos próprios educadores me trouxe uma certa familiaridade com nossa situação educacional brasileira. O filme foi se desenrolando, os personagens foram ganhando cada vez mais vida e veracidade e, ao término da filme, me vi completamente sensibilizada. Ao saber que essa história é real e que a professora realmente existe, fui procurar na internet sobre a fundação que ela criou para dar prosseguimento ao seu trabalho junto aos alunos. Fiquei de boca aberta! Então pensei comigo: Está vendo? Quando se quer, dá resultados! Logo, os problemas costumam ser universais. Seja nos EUA, na Europa, na Índia ou aqui mesmo no Brasil, problemas com jovens ditos "problemáticos" costumam ter por toda parte e há uma possibilidade de se reverter o quadro que muitas vezes nos parece sem solução.
O filme nos mostra que boa vontade aliada a muita determinação, esforço, criatividade e uma certa dose de paciência dão resultados sim. Ah! E já estava me esquecendo do ingrediente principal: gostar do ser humano. Independente dele ser um bom jovem, ou um jovem rebelde. É importante saber o que acontece por trás dessa rebeldia toda. Nada é gratuíto.
Portanto, deixo aqui essa dica de filme para todos que trabalham com educação direta ou indiretamente, para que assistam e reflitam sobre a temática. E busquem dar um diferencial para a formação dos jovens. Não basta passar a grade curricular de forma impecável. É preciso tocar a alma dos jovens, ser sensível as suas questões, as suas problemáticas e tentar com criatividade, mudar o quadro e transformar as atitudes negativas em positivas. Isso sim, é um aprendizado completo. Tenho certeza que muitos já conhecem esse filme mas nunca é demais revê-lo. E para quem ainda não conhece, fica aqui minha sugestão:

Escritores da Liberdade

Resumo: Erin Gruwell é uma jovem professora que leciona em uma pequena escola de um bairro periférico nos EUA. Por meio de relatos de guerra, ela ensina seus alunos os valores da tolerância e da disciplina, realizando uma reforma educacional em toda a comunidade.



2 comentários:

Jakeline Magna disse...

Amigaaaa adorei a dica deste filme... fiquei muito interessada... vou ver...
seu blog como sempre perfeitooooooooo adoroooo suas postagens... bjsssss

Gaby Mendes disse...

Esse filme é simplesmente fantástico !