quarta-feira, 23 de abril de 2008

Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor


No dia 23 de abril, mais de 100 países participarão do Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor, que foi lançado pela UNESCO em 1996. Editores, bibliotecas, escolas centros culturais e organizações de autores estão se preparando em todos os continentes para celebrar o dia, exaltando a importância dos livros para a sociedade moderna.

No Brasil, está em andamento a campanha “Dê um livro: incentive a educação e a leitura”, promovida pelo escritório da UNESCO no Brasil, juntamente com vários parceiros, por meio da Internet, com o objetivo de incentivar a troca de livros estimulando a leitura e o intercâmbio de conhecimento entre as pessoas. A idéia é promover a importância do livro como um instrumento de expressão, educação e comunicação.

Este ano, a UNESCO quer enfatizar o papel vital dos livros não apenas em relação a educação, economia, criação cultural e participação democrática, mas também, como afirmou o Diretor-geral da UNESCO, Koichiro Matsuura, a “importância deles com relação à liberdade de expressão e à salvaguarda e promoção das expressões da diversidade cultural, como principais desafios a serem enfrentados pela Humanidade.” (*)

“Esta ação, que tem uma dimensão ética tanto quanto política”, continua Matsuura, “inscreve-se em uma perspectiva de longo alcance e requer iniciativas concretas e duradouras em favor do livro e da leitura, cujo impacto vai muito além da data simbólica de 23 de abril”. (**)

Entre as iniciativas de promoção do livro que conquistaram sucesso internacional está a “Capital Mundial do Livro”. Madrid foi a primeira cidade a ser proclamada Capital Mundial do Livro, na sexta edição do Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor. Depois vieram Alexandria (Egito, 2002), Nova Deli (Índia, 2003), Antuérpia, 2004), Montreal (Canadá, 2005) e Turim (Itália, 2006). A cidade designada para este ano é Bogotá (Colômbia) . Para 2008, Amsterdam (Holanda) foi anunciada como uma escolha do comitê de seleção, composto por representantes da Associação de Editores Internacionais (IPA), a Federação de Vendedores de Livro Internacional (IBF) e a Federação Internacional de Instituições e Associações de Bibliotecas (IFLA) assim como a UNESCO.

Notícia retirada da página da UNESCO

3 comentários:

A Bibliotecária disse...

Roseli, obrigada pela visita e comentário.
Seu espaço está lindo, parabéns.
Não tenho cuidado muito dos meus 3 espaços.
Motivada por tua visita resolvi relacionar os blogs dos colegas.

Abraço

Luiz de Aquino disse...

Roseli,

Obrigado pela visita e pelo convite. Adorei seu blog, de altíssima utilidade e importância para todos nós, os que temos nos livros razões maiores para nossas vidas.

Um beijo!

Daniela R. Vieira disse...

Obrigada pela visita. Muito bom o seu blog!!!!